Data da Notícia: 
24/06/2019 - 16:30
Nada aproxima mais empreendedores e investidores do que um evento informal, onde o networking  acontece  de  uma  forma  natural. 
 
Esse  é  o  principal  motivo  pelo  qual  se realizou a II Gala do Projeto Platicemar, no passado dia 5 de Junho, na Figueira da Foz. 
 
Em três momentos distintos, foram apresentadas as 23 ideias (entre 36 candidaturas) selecionadas  no  Concurso  de  Ideias  de  Negócio  de  2018. Aproveitando  a  presença  de potenciais investidores, o evento começou com uma sessão de pitchs cujo objetivo final foi a criação de parcerias capazes de conduzir à criação efetiva de novos negócios. Cada candidato teve dois minutos para apresentar os seus potenciais projetos, previamente preparados em colaboração com o programa de aceleração Sea2market e o programa de mentoria Sea2tracking. 
 
Entre os investidores convidados, marcaram presença Rui Trindade (Managing Partner da Rui Trindade & Associados - Corporate Finance & International Business Lda.), Ana Paula Reis e Santiago Salazar da Busy Angels, Luís Subtil Barreiro (Vice -Presidente do grupo inCentea), Miguel Henriques (Founding Partner da Mermaid Investments) e Nuno Ferreira de Almeida (Investment Manager na Portugal Ventures). 
 
Apresentadas as ideias de negócio seguiu-se um momento de networking informal sob a forma de um cocktail em que as ideias previamente expostas puderam ser discutidas ao ritmo  de  cada  um  dos  intervenientes.  Um  espaço  dedicado  à  sociabilização  em  que foram esclarecidas dúvidas e delineadas estratégias. 
 
Seguiu-se  o  jantar  sentado,  mais  uma  oportunidade  de  ouro  para  cada  um  dos intervenientes revelar as suas melhores ideias para a economia do mar numa iniciativaque  é,  reconhecidamente,  uma  das  mais  importantes  existentes  em  Portugal  para valorização do mar e daquilo que ele nos dá. 
 
Durante  o  momento  à  mesa,  discursou  -  em  representação  do  projeto  Platicemar  - Nuno Mendonça e Carlos Moita (Presidente  da  ACIFF  -  Associação  Comercial  e  Industrial  da  Figueira  da  Foz),  Carlos Monteiro (Presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz) e Pedro Cilício (Diretor de Investimento  para  a  Inovação  e  Competitividade  Empresarial  do  IAPMEI) complementaram o painel de discursos destacando o valor que este projeto representa para a área do mar. 
 
Depois  do  sucesso  desta  II  Gala  Platicemar,  realiza-se, a data a anunicar oprtunamente um  congresso  onde  serão  revelados  os  resultados  finais  do  projeto  e entregues os prémios regionais (Porto, Aveiro, Leiria/Peniche, Figueira da Foz e Sines), no valor de 5000 euros, aos candidatos autores das ideias vencedoras de cada um dos 5 territórios. 
 
Mais uma iniciativa que, além de juntar empreendedores e investidores, veio provar que projetos únicos e inovadores como o Platicemar são a forma mais direta de sensibilizar todos para a necessidade de fazer da economia do nosso mar uma prioridade absoluta. 
 
O  projeto  Platicemar  é  liderado  pela  Inova-Ria,  contando  com  os  parceiros  Fórum Oceano,  ACIFF  -  Associação  Comercial  e  Industrial  da  Figueira  da  Foz,  NERLEI  - Associação  Empresarial  da  Região  de  Leiria  e  SINES  TECNOPOLO.  Este  projeto  de empreendedorismo é cofinanciado pelo Programa COMPETE 2020 no âmbito do Sistema de  Apoio  a  Ações  Coletivas  –  Promoção  do  Espírito  Empresarial,  envolvendo  um investimento  elegível  de  703  mil  euros,  que  resultou  num  incentivo  FEDER  de  598  mil euros.