Data da Notícia: 
30/06/2017 - 17:45

No passado dia 29 de junho a Inova-Ria organizou a conferência “Software Engineering Trends 2017” na UPTEC que marcou o evento de encerramento do Projeto ACTOR 3, que se realizou na UPTEC - Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto.

O projeto teve início em julho de 2015 e tem um investimento total de 1.5 milhões de euros e apoiou 16 PME na implementação de 18 normas internacionais de referência para o setor TICE, nomeadamente:

- Consultoria para certificação em Desenvolvimento de Software: CMMI-Dev2 a Dev5 e CMMI-Services; IT Mark e IT Mark Services;

- Certificação em Gestão da Segurança de Informação: ISO/IEC 27001;

- Certificação em Sistemas de Gestão da Qualidade: ISO 9001

- Certificação de Sistemas de Gestão Investigação, Desenvolvimento e Inovação; NP 4457

O referencial CMMI do SEI Software Engineering Institute é o modelo mais conceituado a nível mundial para melhoria certificação de processos de desenvolvimento de software, permitindo elevar o nível da maturidade dos processos de trabalho das empresas, melhorar os seus indicadores de desempenho e aumentar a sua competitividade.

O IT Mark é uma certificação especialmente desenhada para micro e pequenas empresas pelo ESI – European Software Institute, que agrega componentes de processos de desenvolvimento de software CMMI, de gestão de negócio e de gestão de segurança de informação de acordo com a norma ISO 27001.

A certificação ISO 27001 de um sistema de gestão de segurança da informação considera todos os processos de negócio da empresa, focaliza-se em reduzir os riscos para a informação relevante para a organização permitindo melhorar definição dos processos de negócio e responsabilidades existentes.

A ISO 9001 é a norma de sistemas de gestão mais utilizada mundialmente, constituindo-se como referência internacional para a Certificação de Sistemas de Gestão da Qualidade. Tem como propósito fundamental da existência de uma Organização ao focar na capacidade de satisfazer as necessidades e expectativas dos clientes, aumentar a sua satisfação e melhorar o desempenho global da Organização. Contribui para o pilar económico da sustentabilidade, o que por sua vez permite à Organização ter a capacidade e os meios para outras iniciativas de sustentabilidade.

A norma NP 4457 tem por objetivo definir os requisitos de um sistema eficaz de Gestão da Investigação, Desenvolvimento e Inovação (IDI), permitindo que as organizações que o adotem definam uma política de IDI e alcancem os seus objetivos de inovação. A norma baseia-se num modelo de inovação, suportado por interfaces e interações entre o conhecimento científico e tecnológico, o conhecimento sobre a organização e o seu funcionamento, o mercado ou a sociedade em geral. 

Este evento contou com a participação de várias empresas participantes no Projeto ACTOR 3, nomeadamente, IT Sector, Finesource, Xpand Solutions, Innowave, Micro I/O e Globaltronic que tiveram a oportunidade de dar a conhecer também as suas motivações, principais desafios e os resultados que atingiram com a implementação e certificação dos diversos referenciais internacionais da qualidade para a engenharia de desenvolvimento de software, nomeadamente o IT Mark e CMMI. Estas empresas participaram ainda no debate sobre as tendências do desenvolvimento e qualidade do software que foi moderado pelo Prof. Raul Moreira Vidal da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, onde foi referido essencialmente que mais do que a certificação, o importante é que se desenvolva software de qualidade e que as empresas envolvam as pessoas durante os processos de implementação.

Ainda durante o evento foi atribuído o prémio “Personalidade do Ano em Engenharia de Software" a Renato Oliveira da empresa IT Sector – Sistemas de Informação S.A.

Para além das 18 certificações implementadas, a Inova-Ria desenvolveu ainda dois estudos no âmbito deste projeto. O Estudo do Impacto das Certificações nas empresas que será apresentado ainda durante a tarde de hoje e que foi desenvolvido pela Strongstep e, também o Estudo Novos Esquemas de Certificação para o setor TICE que procura conhecer as novas tendências nesta área e identificar qual o caminho a seguir para as empresas de base tecnológica. 

Desde sempre que a qualificação tem sido um dos pilares orientadores da Inova-Ria. Os vários projetos de qualificação das empresas (QuERIA, e as várias edições do projeto ACTOR 1, 2 e 3) fazem da Inova-Ria líder nacional na promoção da certificação em referenciais normativos importantes para as empresas TICE. No total foram já apoiadas mais de 60 empresas e realizadas mais de 80 certificações, mais de 1.8 milhões de euros investidos pelas empresas em certificações.